A cruz prova a nossa paciência e nos ensina a obediência




O Senhor tem ainda outro motivo para afligir os seus servos, qual seja, provar sua paciência e ensinar-lhes a obediência. Não que eles possam ter outra obediência além da que lhes é dada; agrada ao Senhor, porem, mostrar e atestar as graças que dá aos seus que nele crêem, a fim de que não permaneçam ociosos e fechados em si mesmos. Por isso, quando ele fala da virtude da perseverança com que dotou seus servos, declara que prova a paciência deles. Disso procedem as expressões referentes ao fato de que ele provou Abraão e, viu sua piedade; visto que não se negou imolar seu filho para agradar ao Senhor. Pela mesma razão o apóstolo Pedro declara que a nossa fé não é menos provada pela tribulação que o ouro pelo fogo.

Ora, quem negará que é de toda conveniência que um dom tão excelente como esse, dado pelo Senhor aos seus servos, seja posto em uso, e assim se torne notório e manifesto? De outro modo, os homens jamais o apreciariam como convém. Ora, se o Senhor tem justa razão para dar importância às virtudes que colocou em seus servos, para que as exercitem e não fiquem fechados em si mesmos tornando-as inúteis, vemos que não é sem motivo que ele envia aflições, sem as quais seria nula sua paciência ou sua perseverança.

Digo também que a cruz ensina aos cristãos a paciência, pois assim aprendem a viver, não para agradar os desejos do seu coração, mas para agradar a Deus. É evidente que se todas as coisas lhes sucedessem como gostariam, nunca saberiam o que é seguir a Deus. Note-se que Sêneca, filósofo pagão, disse que antigamente, quando se queria exortar alguém a suportar pacientemente as adversidades, costuma-se citar este provérbio: “É necessário seguir a Deus”. Com isso os antigos queriam dizer que o homem se submete real e finalmente ao jugo do Senhor quando se deixa castigar e voluntariamente oferece mãos e costas aos seus açoites. Ora, se é razoável que nos façamos obedientes em todas as coisas ao Pai celestial, não devemos negar-nos a que ele nos acostume por todos os meios possíveis a prestar-lhe obediência.

Autor: João Calvino
Fonte: As Institutas da Religião Cristã, edição especial, ed. Cultura Cristã

Publicado por : Reforma Radical ~ Aproveite para ler muitos outros textos.

Artigo: A cruz prova a nossa paciência e nos ensina a obediência . Publicado por: Reforma Radical dia: 24 março 2012 . Esperemo que este artigo tenha edificado sua vida e que você volte muitas outras vezes. Aproveite para comentar sobre o texto. 0 Comentário na postagem: A cruz prova a nossa paciência e nos ensina a obediência
 

0 comentários:

Postar um comentário