A graça foi mais abundante - Martyn Lloyd-Jones

Você e eu não temos que estar olhando nossa vida passada; nunca devemos ficar olhando para qualquer pecado que tenhamos cometido no passado, de modo nenhum, a não ser para louvar a Deus e engrandecer a Sua graça em Cristo Jesus. Eu o desafio a fazer isso. Se você olhar para o seu passado e este o deixar deprimido. . . você deverá fazer o que Paulo fez. «Eu fui blasfemo», disse ele, mas não parou aí. Disse em seguida: «Sou indigno de ser pregador do Evangelho»?

O que na verdade ele diz é exatamente o oposto: «Sou grato para com aquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor, que me considerou fiel, designando-me para o ministério». Quando Paulo olha para o passado e vê seu pecado, não fica recolhido, de castigo num cantinho, a dizer: «Não presto para ser cristão; fiz coisas horríveis». Nada disso. O que tudo isso produz nele, o efeito que lhe causa, é levá-lo a louvar a Deus. Ele se gloria na graça de Cristo, e diz: «Transbordou, porém, a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus».

Assim é que você deve encarar o seu passado. Portanto, se você relembrar o seu passado e se sentir deprimido, quer dizer que você está dando ouvidos ao diabo. Mas se você olhar para o passado e disser: «Infelizmente, é verdade que o deus deste mundo me mantinha cego, mas, graças a Deus, a Sua graça foi mais abundante, Ele foi mais que suficiente, e o Seu amor e misericórdia veio sobre mim de tal maneira que tudo foi e está perdoado; sou nova criatura», então está tudo bem.

Esse é o modo certo de considerar o passado; e se não é assim que fazemos, estou quase tentado a dizer que merecemos permanecer em profunda tristeza. Por que crer no diabo, ao invés de crer em Deus? Levante-se e trate de reconhecer a verdade sobre si mesmo, que o passado já era, que você é um com Cristo, que todos os seus pecados foram apagados de uma vez e para sempre. Oh! lembremos que duvidar da Palavra de Deus é pecado, é pecado permitir que o passado, que já recebeu o devido tratamento de Deus, nos roube nossa alegria e nossos serviços úteis, no presente e no futuro.

Spiritual Depression, p. 75,6.

FONTE: http://www.martynlloyd-jones.com

Publicado por : Reforma Radical ~ Aproveite para ler muitos outros textos.

Artigo: A graça foi mais abundante - Martyn Lloyd-Jones . Publicado por: Reforma Radical dia: 30 maio 2012 . Esperemo que este artigo tenha edificado sua vida e que você volte muitas outras vezes. Aproveite para comentar sobre o texto. 2 Comentário na postagem: A graça foi mais abundante - Martyn Lloyd-Jones
 

2 comentários:

  1. parabens pelo blog gostei bastante!

    ResponderExcluir
  2. Trovian sempre precisamos estar com ódio do nosso pecado e viver na Graça de Cristo Jesus.

    ResponderExcluir