E-book "Cristo Totalmente Desejável", por John Flavel.


Algumas citações do Sermão:

“Como todos os rios são reunidos no oceano, que é o lugar de encontro de todas as águas no mundo, assim Cristo é o oceano no qual todos os verdadeiros deleites e prazeres se encontram”.

“A alma está, então, em forma e disposição mais saudável quando está mais enferma de amor por Cristo (Cântico dos Cânticos 5:8).”

“Que Ele desposa para Si mesmo, em misericórdia e em amável bondade, almas tão deformadas, imundas e totalmente sem valor como são as nossas. Não temos nenhuma beleza, nenhuma bondade que nos faça desejáveis aos seus olhos; todas as origens de Seu amor por nós estão em seu próprio peito (Deuteronômio 7:7).”

“Nenhum marido é assim um marido imortal e eterno como Cristo é; a morte separa todas as demais relações, mas a união da alma com Cristo não é dissolvida na sepultura. Certamente, o dia da morte de um crente é o dia de seu casamento, o dia de seu mais pleno deleite em Cristo. Nenhum marido pode dizer para a sua esposa, o que Cristo diz para o crente: ‘Não te deixarei, nem te desampararei’ (Hebreus 13:5).”

“Cada súplica que Ele recebe de nós na terra é uma boca aberta para pleitear com Deus em nosso favor no céu. E logo, é, que em Apocalipse 5:6 Ele é representado posicionado diante de Deus, como um cordeiro que havia sido morto; como isto fora exibindo e revelando no céu aquelas feridas mortais recebidas na terra para a justiça de Deus, em nosso lugar. Outros advogados gastam seus fôlegos, Cristo despende o Seu sangue.”

“Não estime nada desejável exceto enquanto isto é deleitável em Cristo, ou utilizado por causa de Cristo. Não ame nada por si mesmo, não ame nada separado de Jesus Cristo. Em duas coisas nós todos pecamos em amar as criaturas. Nós pecamos no excesso de nossas afeições, amando-os acima do apropriado valor das meras coisas criadas. Nós também pecamos na desordem de nossas afeições, isto é para dizer que nós damos ao nosso amor às criaturas uma prioridade que nunca deveríamos ter [dado].”

“Nunca se envergonhe em ser contado como um Cristão: Ele é totalmente desejável; ele nunca pode ser uma vergonha para você; envergonhar-se dEle será o seu maior pecado. Alguns homens glorificam-se em suas vergonhas; não permita que você mesmo envergonhe-se da sua glória. Se você se envergonhar de Cristo agora, Ele se envergonhará de você quando Ele vier em Sua própria glória, e na glória de todos os Seus santos anjos. Não se envergonhe de nada, a não ser do pecado; e entre outros pecados, envergonhe-se especialmente deste pecado, que você não tenha mais amor por Ele que é totalmente desejável.”

♦ Fonte: www.PuritanSermons.com
♦ Tradução: www.OEstandarteDeCristo.com

>> BEIXE O E-BOOK AQUI <<