E-book. Sermão Nº 493, "Getsêmani" - C.H. Spurgeon


Faça o download deste e-book. Sermão Nº 493, "Getsêmani" - C.H. Spurgeon

Citações do Sermão Nº 493 “Getsêmani”, por Charles Haddon Spurgeon:

“Mateus escreveu sobre Ele, “ele começou a entristecer-se e a angustiar-se muito.” [Mateus 26:37]. Sobre a palavra ademonein traduzida como “angustiar-se muito”, Goodwin comenta que havia uma desorientação na agonia do Salvador, pois em sua origem a palavra significa “separado do povo – homens confusos, tornando-se separados da humanidade”. Que pensamento, meus irmãos, que nosso Bendito Senhor tenha sido levado ao limite máximo da desorientação pela intensidade de Sua angústia. Mateus apresenta o próprio Salvador dizendo “A minha alma está cheia de tristeza, até a morte.” [Mateus 26:38]. Aqui a palavra Perilupos significa envolvido, cercado, sobrecarregado de dor. “Ele foi submergido completamente (até a cabeça e orelhas) em sofrimento e não tinha como desafogar-se,” é a forte expressão de Goodwin.”

“...uma visão do pecado deve ser de longe mais aterrorizante do que uma visão do inferno, o qual é apenas a sua prole.”

“Pensemos que nenhum sofrimento pode ser desconhecido para Ele. Nós apenas corremos com homens que vão a pé – ele teve que contender com cavaleiros; nós apenas passamos até os tornozelos pelos rasos córregos do sofrimento – Ele teve que dar braçadas contra as enchentes do Jordão [Jeremias 12:5]. Ele nunca falhará em socorrer Seu povo quando tentado; tal como se disse na antiguidade, “Em toda a angústia deles Ele foi angustiado, e o anjo da Sua presença os salvou.” [Isaías 63:9].”

“É uma linda observação a do velho Isaac Ambrose, de que a goma que exsuda da árvore que não é cortada é sempre a melhor. Esta preciosa alcanforeira produziu as mais doces especiarias quando foi ferida sob nodosos chicotes, e quando foi perfurada pelos pregos na cruz; mas vejam, ela produziu adiante seu melhor tempero quando não havia chicote, nem prego, nem ferida. Isto expõe o caráter voluntário dos sofrimentos de Cristo, desde que sem uma lança o sangue fluía livremente.”

“Queridos amigos, quando somos tentados e desejamos vencer, a melhor arma [que temos] é a oração. Quando você não pode usar a espada e o escudo, tome para si a famosa arma de Toda-oração.”

“Assim como a oração pessoal é a chave para abrir o céu, também é a chave para fechar os portões do inferno. Assim como ela é um escudo para evitar, também é a espada usada para lutar contra a tentação.”

“Observem, também, que foi uma oração humilde. Lucas disse que Ele ajoelhou-se, mas outro evangelista diz que Ele prostrou-se com o rosto em terra. O Quê! O Rei prostrou-se com o rosto em terra? Então, onde deve ser Teu lugar, Tu, humilde servo do grande Mestre? Acaso o Príncipe prostra-se rente ao chão? Onde, então, te prostrarás tu?”

Fonte: www.Spurgeon.org
Tradução: www.OEstandarteDeCristo.com

>> DOWNLOAD DO E-BOOK <<